A economia na construção é sempre um desejo de quem está construindo, mas também um desafio. Para trazer mais informações sobre as possibilidades de economizar ao construir, a Vibracom preparou um Ebook com 8 Dicas profissionais para você. Confira.

1 – Planejamento:

O planejamento é a etapa inicial e não deve ser ignorada para o sucesso de uma obra, principalmente se o objetivo for economizar.

  • Com planejamento, é mais fácil alinhar o orçamento com a expectativa da construção. Verificar o que é possível fazer, o que é viável e vantajoso.
  • Nessa etapa, também é feito o levantamento sobre os profissionais mais indicados a serem contratados.
  • Esse momento também é propício para estudar como garantir a segurança das pessoas que vão trabalhar na obra.
  • O planejamento é feito para pensar sobre os riscos que podem surgir durante a construção. Problemas podem surgir à revelia de ações e prevenções, mas ter uma reação rápida, estar preparado, é um diferencial.

As grandes incorporadoras/construtoras trabalham com planejamentos mais específicos. Muitas delas utilizam métodos, softwares e contratam serviços para planejamento. Para os profissionais da área existem cursos sobre planejamento.

Confira os benefícios do planejamento para as construtoras:

  • Possibilita o estabelecimento de prazos para a concretização de etapas da construção.
  • Facilita a visualização do prazo para entrega, já que as construtoras trabalham com prazos.
  • Melhorar a comunicação entre os funcionários das obras e do canteiro.

2 – Alvará de Construção:

Para evitar multas (gastos desnecessários) e embargos, é preciso estar em dia com a documentação referente à obra. Uma delas é o alvará de construção.

  • Para obter um alvará de construção, é preciso procurar a prefeitura da cidade onde a obra será executada.
  • Normalmente, é cobrado uma taxa, que é estabelecida por cada prefeitura.
  • O documento deve permanecer na obra para casos de visitas da fiscalização. Sem o alvará, o proprietário/solicitante da construção poderá ser multado e a obra poderá ser embargada.

3  – Arquiteto e Engenheiro:

Muitas vezes, quem está construindo por conta própria pode considerar que a contratação do arquiteto e do engenheiro seria um gasto a mais, mas esses profissionais proporcionam benefícios essenciais para a obra.

  • O engenheiro é responsável pela parte burocrática, pela legislação e a documentação, pelos cálculos estruturais, as medições e acompanhamento da construção.
  • O arquiteto é responsável pelo projeto, o design, o aproveitamento do espaço e a melhor disposição de cada cômodo.
  • Com essa dupla, a execução da obra é mais ágil e com menos desperdício de materiais.
  • Sem eles, os riscos de erros são maiores. E caso ocorram falhas os gastos com novos materiais e refazimento do trabalho aumentam consideravelmente.
  • A contratação dos dois serve como prevenção para possíveis gastos futuros também, evitando vícios ocultos, que com o passar do tempo geram despesas com reformas. 
  • Lembre-se da importância do conforto e da segurança para quem vai habitar a casa. Engenheiro e arquiteto vão direcionar a construção para garantir essas condições essenciais.

4 – Duração da Obra:

A  demora na construção pode gerar mais gastos com a mão de obra, por isso é preciso planejar.

  • Escolher os materiais certos e ter orçamentos já analisados ajudam a dar mais agilidade para a obra.
  • Prever riscos e cuidar da segurança também evitam que seja necessária uma parada.
  • Organizar o canteiro da obra, mantê-lo limpo e disponibilizar os materiais em local estratégico conferem mais rapidez.

5 – Pré-Moldados:

Pré-Moldados trazem agilidade para a obra. Como eles já vem de fábrica pré-montados, garantem mais rapidez no processo de construção, gerando menos gastos com mão de obra.

  • Redução de custos com outros materiais como argamassa e vigas.
  • Menor produção de entulhos.
  • Qualidade garantida, uma vez que toda a produção dos pré-moldados segue rigorosos padrões estabelecidos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT.
  • Blocos de concreto: proporcionam economia do concreto de assentamento, mais fácil instalação hidráulica e elétrica, podem ser utilizados para alvenaria estrutural e de vedação ou em uma combinação das duas. Eles são usados para levantamento de paredes ou muros também.
  • Telhas de concreto: sofisticadas e coloridas elas garantem beleza ao telhado. Elas são maiores, mais resistentes e altamente impermeáveis. Apenas 10.5 unidades de telhas de concreto Vibracom já totalizam 1 m2, sendo necessária menor quantidade de telhas. A montagem delas é fácil e rápida.
  • Paver ou Piso Intertravado: Também apresentam fácil instalação, sendo montados com o próprio sistema de encaixe. Utilizados em quintais e na calçada, proporcionam visual harmônico, trazem segurança pois garantem um piso nivelado. Com longa durabilidade, apresentam fácil manutenção, bastando trocar apenas a unidade que tiver desgaste com o passar do tempo. O piso intertravado Vibracom é altamente antiderrapante.
  • Concregrama: Ideal para jardins e ambientes com gramas, esse é mais um artefato de muita praticidade. Ele conserva a grama e possui fácil instalação. Basta assentar o concregrama sobre areia e em seguida plantar a grama.
  • Lajes protendidas, treliçadas e convencionais: proporcionam agilidade na construção, segurança, reduzem o tempo de obra e gastos com concreto.

6 – Onde Comprar

  • Prefira adquirir materiais Direto de Fábrica.
  • Confira os materiais que serão necessários em cada etapa da obra e quando possível compre a maioria em um local só, criando mais oportunidade de negociações.
  • Evite adquirir material em excesso, elimine os desperdícios.
  • Confira o custo-benefício de cada produto.
  • Confira se o fabricante segue as normas de produção da Associação Brasileira de Normas Técnicas, a ABNT.
  • Busque referências sobre os produtos.
  • Conheça como funciona a entrega dos materiais.

7 – Cuidados que devem ser mantidos com os materiais:

A economia durante a compra pode ser considerável, mas evitar perda de materiais também gera redução de gastos.

  • Mantenha cuidado com o armazenamento dos produtos.
  • Confira antes de comprar como a empresa faz a entrega de artefatos. Por exemplo, é importante que os blocos de concreto sejam entregues no palete.
  • Evite desperdício de argamassa.
  • Opte por materiais que tenham mais resistência e consequentemente menos quebras. Telhas de concreto, por exemplo, são altamente resistentes em comparação com as telhas comuns.
  • Escolha os ideais para disponibilizar os materiais no canteiro.
  • Mantenha os produtos protegidos da chuva, quando possível. Se necessário utilize lonas plásticas para cobri-los em períodos chuvosos.

8 – Evite contratempos e multas:

O planejamento, é feito também para evitar riscos, acidentes, perdas e multas.

  • Certifique-se sobre o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) pelos profissionais que trabalham na obra. Botinas, capacetes, cintos de segurança, protetor auricular e luvas.
  • Contrate serviços específicos para o armazenamento e descarte de entulhos, evitando multas.
  • Se atente aos horários de início e fim de expediente dos trabalhadores, respeitando tanto a jornada de trabalho deles quanto a harmonia com vizinhos, pois a construção pode produzir ruídos.